Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais



Comportamento Espectral de Alvos
Processos da Hidrosfera
Programa HIDRO
Sensoriamento Remoto Aplicado à Agricultura
Sensoriamento Remoto Aplicado à Geologia
Sensoriamento Remoto Aplicado à Ecossistemas Terrestres
Sensoriamento Remoto Aplicado à Estudos Urbanos
Sistemas e Métodos de Planejamento e Gestão Territorial

 

 

 

 


Busca na DSR


Pesquisa Bibliográfica URLib

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Sensoriamento Remoto Aplicado à Geologia

A Linha P&D em Sensoriamento Remoto Aplicado à Geologia busca colocar à disposição dos geocientistas a tecnologia espacial, através de dados orbitais adquiridos nos espectros do sensoriamento remoto óptico e infra-vermelho médio e termal (SPOT, Landsat, ASTER) e de microondas (ERS-1/ERS-2, JERS-1 e RADARSAT-1). O desenvolvimento desta linha inclui a formação de recursos humanos através dos cursos de mestrado e doutorado em Sensoriamento Remoto São ampliaadas as situações favoráveis de uso da tecnologia em aplicações geológicas, correspondendo aos desafios da atual tendência que disponibiliza dados de radar de elevada resolução espacial (distinta geometria de visada e estereoscopia) e dados ópticos de elevada resolução espectral (multiespectrais e hiperespectrais).

Equipe:

Athos Ribeiro dos Santos
Edison Crepani
Lênio Soares Galvão
Raimundo Almeida Filho
Tomoyuki Ohara
Waldir Renato Paradella

Nesta linha de P&D, são desenvolvidos projetos, técnicas e métodos que se enquadram em três categorias com vários estudos em andamento:

Discriminação multi-espectral e hiper-espectral de alvos geológicos.

(a) Aplicação de dados de Sensoriamento Remoto na exploração mineral e de petróleo.

Fotogeologia com imagens orbitais.

(a) Análise integrada de imagens Radarsat e Landsat-TM com dados geofísicos no estudo do arcabouço estrutural da Bacias Sedimentaes.

(b) Avaliação imagens ópticas e de micrrondas e aerogamaespectrometria no mapeamento geológico e tectônico/estrutural em área mineralizada em ouro em Alta Floresta, MT.

(c) Controle geotectônico-estrutural dos granitóides e mineralizações estaníferas da porção centro-norte da Província Estanífera de Rondônia, através da integração de dados multifontes.

(d) Integração de dados multiespectrais, de radar, aeromagnetométricos e aeromagnéticos no mapeamento geológico, tectônico-estrutural e levantamento de potencial mineral.


Tecnologia de GIS em aplicações geológicas.

(a) Integração e análise espacial de dados em pesquisa mineral através de modelos empíricos de prospecção.

Sensoriamento remoto por radar em geologia.

(a) Estudos geológicos na região do gnaisse estrela, utilizando dados de radar, geofísicos, geológicos, petrográficos e de campo.

(b) Discriminação de lateritas mineralizadas em Ferro através de Atributos Texturais de Imagens.

(c) Mapeamento de alterações minerais induzidas por hidrocarburetos.

(d) Reconhecimento de parâmetros termais relacionados a padrões estruturais e litológicos de rochas alcalinas.

(e) Mapeamento de materiais alterados por ação hidrotermal.

(f) Geração de Modelos Digitais de Elevação Através da Radargrametria.