Você está aqui: Página Inicial

Baía da Guanabara - RJ

IMAGEM DE JANEIRO/2020

VOTE para a imagem do próximo mês em instagram.com/dsr.inpe



Satélite / Satellite: CBERS-4
Sensor: AWFI
Data / Date: 08-12-2019 / 2019-08-12
Bandas / Bands: R15-G14-B13
Onde / Where: Baía da Guanabara, Rio de janeiro
Cena / Scene: CBERS-4 AWFI 147 / 129
Descrição / Description: 
Baía da Guanabara, Estado do Rio de Janeiro. Áreas urbanas em salpicado branco/roseado. Floresta em verde escuro. Mangues na mesma cor, ao N e NE da baía. Agricultura, principalmente pecuária extensiva, em verde claro. Superfície da água do mar em preto. Nuvens, na Serra do Mar, e areia das praias em branco. Água da Lagoa de Maricá, embaixo à dir., próxima ao litoral, aparece em preto esverdeado, indicando eutrofização. Do lado esq., também na costa, a imagem vai até a Praia da Macumba, no Recreio dos Bandeirantes / Guanabara Bay, Rio de Janeiro State. Urban areas in roseish saltpepper. Forest in dark green. Also in dark green, N and NE of bay, mangrooves. Agriculture, mostly extensive cattle ranching, in light green. Sea water in black. Clouds, at Serra do Mar, in white, same as beachs sand. Maricá lagoon water, at image right bottom, appears in greenish water, indicating eutrophication. At image left bottom images goes all the way to Rio´s Macumba Beach.
Autor / Author: Oton Barros (DSR/OBT/INPE)


        As diretrizes básicas da Divisão de Sensoriamento Remoto do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais são:


Pesquisa: Conhecer, fazer e divulgar pesquisa criativa e de alta qualidade e integrá-la no programa educacional de pós-graduação.

Educação: Contribuir e aprimorar continuamente o programa de pós-graduação em sensoriamento remoto, buscando sempre sua excelência.

Extensão (serviço/difusão): Promover ações de qualidade que atendam e estimulem demandas locais, regionais e nacionais para o uso, conhecimento e aplicações de técnicas de Sensoriamento Remoto.